Edson Vidal

Everaldo, o Homem Que Caiu do Céu!

E tudo aconteceu porque uma forte chuva caiu lá pelos lados do Boqueirão, depois do quartel de blindados. Foram raios, trovoadas e muito vento.

Algumas pessoas que estavam abrigadas dentro do terminal de ônibus, juraram de pés juntos que viram um homem cair das nuvens direto sobre o asfalto molhado:
- Ele veio no balanço do vento e bateu com a cabeça no chão! - disse a d. Helena, moradora antiga do bairro.
- Foi muito rápido, quando eu vi o homem já estava estatelado na rua - confirmou um vendedor de pipoca.

Não importa como, o certo é que o homem de camisola branca e asas nos ombros, estava mesmo caído no meio da rua, sob intensa chuva cercado de curiosos por todos os lados.

Foi um camburão da Polícia Militar que de imediato chegou no local, o sargento de arma em punho deu voz de prisão ao indivíduo:
- Teje preso!
- Por quê? - quis saber o o homem de cabelos encaracolados. 
- Dizem que você caiu lá de cima - o agente da Lei apontou para o céu - o que você estava fazendo lá?
- Não vê que sou um Anjo? 
- É mesmo? Então por que caiu?
- Bebi demais...
- Como assim?
- Eu sou Anjo da Guarda do Lula e como ele está preso e eu não tenho muito que fazer, resolvi tomar uns golezinhos da 51 que ele me ensinou e acabei caindo das nuvens.
- E como é seu nome ? Gabriel, Ezequiel ou...
- Nada disso, senhor. Eu me chamo Everaldo.
- Né né né né né, Everaldo não é nome de Anjo. Tens carteira de identidade? Se não tiver vai preso!
- Mas seu guarda, eu sou um Anjo de um sujeito famoso, não dá pra dar um “jeitinho”?
- Famoso?’! Quem? O Jararaca? Só se for famoso para as “negas” dele, ele não passa de um ladrão!
- Eu sei, eu sei. Fiz de tudo para ele não botar a mão no jarro, mas ele não quis me ouvir e aliou-se ao Palloci, Dirceu, Evo, Maduro, Fidel , essa troça toda e deu no que deu ...
- Nada posso fazer: Inês esta morta! E agora aparece você, um Anjo imprestável sem lenço e nem documento: está detido!
- Quebra o galho, doutor. Afinal não posso deixar o Lula sem proteção...
- Por quê?
- Ele pode aprontar coisas muito mais graves, incitar greves, desestabilizar o governo, mandar o Gilmar soltar o Beira Mar, pedir para a Dilma desfilar pelada no carnaval do Rio, convencer o Francisco a eleger o Pezão como primeiro Papa brasileiro, promover a volta do  Obama e ressuscitar o Che!!
- Meu Deus, seria uma desgraça...
- Então, me solta. Deixa-me voltar de onde caí...
- Mas, Everaldo, você promete cuidar melhor do Molusco e impedir suas maldades? Você já falhou uma vez, jura que não vai falhar dessa vez? Jura?
- Juro.
- Seja um Anjo da Guarda competente, proteja, por favor, os brasileiros desse grande &$@$&; (palavrão censurado)!

Os curiosos que estavam ouvindo a conversa entre a autoridade e o Anjo concordaram que este continuasse sua missão divina. 
- A asa não quebrou? - perguntou d. Helena, preocupada.
- Não, está doendo um pouco o joelho, nada mais.
- Então, voa, voa logo passarinho, volte para a nuvem almofadada - disse o policial para agradar. 

E assim Everaldo, encabulado, acenou para a multidão e aos poucos foi batendo as asas até desaparecer entre as nuvens carregadas de chuva. Os curiosos foram deixando o local ainda incrédulos com o que acabaram de ver.

O sargento entrou na viatura policial e sussurrou para o motorista:
- Só faltava o Lula ficar sem o seu Anjo da Guarda. Seria uma tragédia para nós brasileiros. Com Anjo nas suas costas e zelando para ele não fazer das suas ele já é uma tragédia, imagine sem o “borracho” do Everaldo!! Toca para o quartel. Por hoje chega, estou esgotado...

“Tem gente que nem adianta ter Anjo da Guarda protegendo para não praticar crimes. A gana pelo ouro vence qualquer guardião. Imagine se o Lula não tivesse ao menos o bebum do Everaldo. O brasileiro estaria fervendo no caldeirão do Capeta!”
Edson Vidal Pinto

Apoio